Especialistas alertam sobre o cuidado com a higiene dos alimentos

Compartilhe

Divulgado na última terça-feira, dia 24 de março, um polêmico vídeo informativo sobre a higiene alimentar vem chamando a atenção de médicos e especialistas, novamente por conter dados relevantes ao público e sem qualquer tipo de comprovação científica, além de comprometedores para o organismo e para a manutenção da saúde do indivíduo.

Semanas após a internet receber toneladas de conteúdos sobre shots de imunidade, as alternativas do caso em questão foram apresentadas pelo Dr. Jeffrey VanWingen, de Grand Rapids, Michigan, que reforçou, em um material expositivo, a importância da higienização dos alimentos para combater a rápida transmissão do coronavírus. Porém, o apresentador mencionava que, para a limpeza dos produtos e embalagens ser bem realizada, seria necessário a utilização de sabão em água para ser eficaz e purificar o conteúdo.

Apesar de apresentar recomendações bem mais relevantes no vídeo, como a questão de evitar sair de casa sem necessidade e, caso haja, não passar muito tempo próximo de pessoas e em aglomerados, como em mercantis, a questão dos produtos de limpeza para supostamente eliminar a presença do vírus em embalagens de produtos é estritamente sem comprovação científica, além de potencialmente prejudicial ao organismo. 

“Consumidores não devem lavar suas frutas e vegetais com detergente ou sabão,” esclareceu o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). “Esses produtos não são aprovados ou certificados pela Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos para o uso em comidas. Você pode ingerir resíduos do sabão ou detergente que foram absorvidos pelo exposição.”

Os riscos também foram amplamente reforçados pelo professor Benjamin Chapman, da Universidade da Carolina do Norte, afirmando dos perigos oferecidos no consumo de produtos de limpeza, podendo gerar náuseas e complicações estomacais. A falha no discurso do doutor de Michigan não se refere apenas na influência em reeducar os espectadores de seu canal a lavar os alimentos de forma errada, mas também envolvendo a presença do vírus Covid-19 em superfícies de embalagens, onde nenhuma confirmação sobre isso ainda foi divulgada. 

Segundo o Dr. Chapman, a maneira mais eficaz de combater a contaminação ainda é lavar bastante as mãos, utilizando apenas água corrente e gelada para purificar as embalagens de alimentos.

Após o contato da LiveScience, o Dr. Jeffrey VanWingen confirmou que irá editar seu vídeo.